Arquivo mensais:dezembro 2012

O que vocês pensam do Cristo?

Tratado escrito por

J.C.Ryle

Ministro na Igreja da Inglaterra

 BAIXE EM PDF

BAIXE EM EPUB

 “Dizendo: que pensais vós do Cristo? De quem é Filho?  Eles disseram-lhe: de Davi”– Mateus 22:42.

Leitor,

O Natal é uma data que, de uma forma ou de outra, quase todos os cristãos celebram. Alguns o guardam como uma data religiosa, outros, como feriado, mas em toda parte do mundo, se houver cristãos, o Natal, de alguma maneira, é mantido. Talvez não haja nenhum outro país onde o Natal é tão celebrado quando a Inglaterra. Feriados natalinos, festas natalinas, reuniões familiares e apresentações natalinas, hinos e corais natalinos, quem nunca ouviu falar sobre essas coisas? Elas soam tão familiares aos ouvidos ingleses quanto a qualquer outra pessoa.  Essas são umas das coisas que mais nos recordamos quando somos crianças.  Nossos avós já estavam habituados a essa festa antes mesmo que tivéssemos nascido.  Essa data é celebrada na Inglaterra há centenas de anos e, pelo que parece, tudo continuará assim enquanto o mundo existir.

Mas, leitor, quantos daqueles que guardam o Natal entendem o motivo de ele ser celebrado? Quantos, ao comemorar o Natal, pensam em Jesus, o responsável pela existência dessa data? Quantos realmente lembram que o Senhor Jesus Cristo é a causa do Natal? Quantos ainda recordam que o principal objetivo do Natal é lembrar aos cristãos de celebrar o aniversário de Cristo e sua vinda ao mundo?  E quanto a você, o que pensa do Natal?

Fique comigo por alguns minutos, enquanto explico-lhe a pergunta que encabeça esse tratado. Não é minha intenção deixar o seu Natal menos alegre. Não quero estragar seus ânimos natalinos. O que quero é colocar tudo em seu devido lugar. Quero que o Cristo seja lembrado no Natal!  Dê-me sua atenção, enquanto desdobro a pergunta, “que pensais vós de Cristo?”.

 I. Consideremos, primeiramente, o motivo pelo qual todo homem deve pensar em Cristo.

 II.  Em segundo, examinemos os pensamentos comuns de muitas pessoas em relação a Cristo.

 III.  Por último, vejamos os pensamentos de cristão verdadeiros sobre Cristo.

Leitor, acredito que as exigências do seu tempo nesse Natal são muitas. Seus feriados são muitos, você tem muitos amigos para ver, muitos assuntos para colocar em dia, mas, ainda assim, no meio de toda sua pressa, dê um tempo para a sua alma.  Em algum ano, haverá um Natal onde o seu lugar à mesa estará vazio. Antes que esse tempo chegue, veja em mim um amigo que deseja que você entenda verdadeiramente a pergunta; “que pensais vós do Cristo?”.

I. Consideremos, primeiramente, o motivo pelo qual todo homem deve pensar em Cristo.

  Continue lendo